Em Destaque

O Bloco de Esquerda vem reagir ao lamentável comunicado de imprensa da concelhia do PS Ovar, que apresenta Vitor Ferreira como único candidato ovarense nas listas para a Assembleia da República pelo distrito de Aveiro. O falso argumento só pode ser fruto ou do total desconhecimento do concelho ou da falta de argumentos políticos. Talvez o PS desconheça que Esmoriz faz parte do concelho de Ovar, ou até quem são os representantes dos ovarenses na Assembleia Municipal de Ovar, o órgão eleito para discutir e representar os interesses dos seus munícipes. Ou talvez o PS não tenha argumentos políticos e tenha que recorrer às mentiras mais infantis para fazer campanha.

Notícias

Bloco Ovar

O Bloco de Esquerda vem reagir ao lamentável comunicado de imprensa da concelhia do PS Ovar, que apresenta Vitor Ferreira como único candidato ovarense nas listas para a Assembleia da República pelo distrito de Aveiro. O falso argumento só pode ser fruto ou do total desconhecimento do concelho ou da falta de argumentos políticos. Talvez o PS desconheça que Esmoriz faz parte do concelho de Ovar, ou até quem são os representantes dos ovarenses na Assembleia Municipal de Ovar, o órgão eleito para discutir e representar os interesses dos seus munícipes. Ou talvez o PS não tenha argumentos políticos e tenha que recorrer às mentiras mais infantis para fazer campanha.

Bloco Ovar

Para o BE esta empresa, descarta e lança no desemprego centenas de trabalhadores. Perante esta situação de iminente deslocalização e de ignóbil tratamento às trabalhadoras desta empresa, o Governo português deve agir imediatamente para impedir o encerramento da empresa e exigir o correto tratamento para com os trabalhadores. O BE está solidário com trabalhadores Tovartex. O neoliberalismo saqueia e suga os trabalhadores até ao tutano, deixando atrás de si um lastro de desemprego, miséria e destruturação da vida das pessoas. O modelo económico apadrinhado por PSD/CDS e PS é um “cancro” que destrói o presente e rouba o futuro aos cidadãos.  O líder parlamentar do BE, Pedro Filipe Soares questionou o Ministério da Solidariedade, Emprego e Segurança Social. ler aqui

Bloco Ovar

Contacto com a população no mercado de Ovar. Com participação de Moisés Ferreira, cabeça de lista do Bloco pelo circulo de Aveiro, Catarina Martins, porta voz do Bloco e o deputado municipal do BE na A. Municipal de Ovar, Álvaro Faria

Bloco Ovar

O Bloco de Esquerda Ovar apresentou, na reunião extraordinária da Assembleia Municipal de Ovar do passado dia 6 de Julho, uma recomendação ao executivo, intitulada “Pequenas ações com grande significado: por uma alternativa ao embalamento individual em plástico do pão nos refeitórios geridos pelo município”. Esta recomendação visou a promoção e implementação de medidas que promovam a redução do uso de embalagens descartáveis de plástico, nos refeitórios sob a responsabilidade da Câmara Municipal. A proposta foi aprovada por unanimidade. ler aqui

Bloco Ovar

O Bloco de Esquerda Ovar apresentou, na reunião extraordinária da Assembleia Municipal de Ovar do passado dia 6 de Julho, uma recomendação ao executivo, intitulada “Só CEI que se há trabalho, devia haver emprego”, propunha ao executivo camarário que promovesse uma política de emprego pleno no município e suspendesse o recurso ao uso dos contratos CEI e CEI+ como forma de assegurar a realização de trabalho socialmente necessário. No ponto de vista do BE, todo o trabalho é socialmente necessário e justifica remuneração e condições de trabalho e emprego digno. Esta recomendação foi lamentavelmente chumbada pela maioria PSD. Estranhando-se as ausências momentâneas da votação, por parte de vários membros da bancada do PS. ler aqui a recomendação

Bloco Ovar

Os autarcas do Bloco de Esquerda da Assembleia Municipal e da Assembleia de Freguesia da União de Freguesias de Arada, S. João, Ovar e S. Vicente de Pereira realizaram no passado domingo, uma visita guiada por moradores e agricultores da Ribeira às obras no caminho agrícola contíguo ao Rio Cáster na Ribeira, adaptado a percurso pedonal/ciclável no âmbito da intervenção da Polis Litoral Ria de Aveiro entre o Cais da Ribeira e a Foz do rio Cáster. Ao longo do percurso, José Lopes e Ismael Varanda, foram alertados para vários pontos críticos identificados pelos moradores/agricultores, questões que deram origem à elaboração de requerimentos já enviados aos respetivos órgãos autárquicos em que o Bloco tem representação, para que as entidades competentes assumam as suas responsabilidade, tanto no acompanhamento da obra, como da intervenção para corrigir as situações de desmembramento das estruturas construídas.

Opinião

É claro que Assunção Cristas tem dificuldades em distinguir o que é propriedade do estado e de um privado. Aliás, em 2014, durante o governo PSD-CDS, lançou um regime de regularização automática de pedreiras que violam regras de segurança, mas ainda assim tem toda a desfaçatez de vir agora apontar o dedo.

Resoluções Mesa Nacional